20171108

Biplano Arsenal-Delanne 10-C2

A indústria aérea francesa foi praticamente desativada após a queda da França em junho de 1940 e não se recuperou completamente até a década de 1950 e 1960. Muitos projetos de aeronaves em desenvolvimento foram destruídos, cancelados ou assumidos pelos conquistadores alemães. Um desses exemplos foi o Arsenal-Delanne Modelo 10, um biplano com características únicas do tipo lutador que estava em desenvolvimento na época da invasão alemã da França durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945 ). 


O lutador de dois assentos Arsenal-Delanne 10-C2, desenhado por Maurice Delanne e construído pelo Arsenal de l'Aéronautique em 1939,  que devido a  sua configuração de asas estranhas foi classificado tecnicamente como um "biplano". As asas montadas em tandem proporcionavam um efeito de fenda contínua e ofereciam excepcional do centro de gravidade. 


O lutador era construído totalmente com estruturas metálicas, que usavam uma técnica de sanduíche, com uma pele dura lisa soldada a uma folha ondulada. A aeronave era muito compacta com um comprimento de 7,33 m e uma envergadura de pouco mais de 10 m, para uma área total de 22,50 m².


O piloto e o artilheiro sentaram-se um atrás do outro eu um único cockpit na parte traseira da fuselagem, que estava nivelada com a asa traseira, possuía dos estabilizadores verticais, um em cada ponta da asa que lhe proporcionava uma maior estabilidade e controle.

Este arranjo dava ao artilheiro uma boa visão e campo de fogo para o armamento planejado de duas metralhadoras de 7,5 mm MAC 1934, que deveriam ser complementadas por um canhão de 20 mm que disparava através do cubo da hélice e mais duas metralhadoras nas asas. 
A aeronave foi equipada com um trem de pouso retrátil e alimentada por um único motor refrigerado a água de 12 cilindros Hispano-Suiza de 12 cilindros com de  860 HP.

O protótipo do Arsenal-Delanne 10-C2 encontrava-se praticamente completo na fábrica em Villacoublay, nas imediações de Paris, quando as forças alemãs ocuparam a Franca em junho de 1940. O trabalho na aeronave continuou de forma desastrosa e o primeiro teste de voo foi feito em outubro de 1941. Durante os testes se concluiu que ele possuía uma baixa capacidade de sobrevivência, mecanismo vulnerável, apesar de uma boa velocidade e bom impulso em manobras e voltas horizontais.

Após a conclusão do programa de teste inicial, em algum momento de julho de 1943, o único espécime foi transferido por DFS para o solo alemão para testes e avaliações adicionais. Não se tem notícias que tenha ocorrido qualquer trabalho notável adicional sobre o projeto a partir daí.

Características gerais:

Tripulação: 2
Comprimento: 7,33 m
Envergadura: 10,11 m
Altura: 3.00 m
Área da asa: 22,50 m2 
Motorização: 1 × Hispano-Suiza v12 refrigerado a líquido 860 hp
Velocidade máxima: 550 km / h  a 5.415 m
Autonomia: 1,5 horas
Teto de serviço: 10.000 m

Leia mais em:

Post (332) - Novembro de 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário