20161019

Vultee XP-54 “Swoose Goose

O Vultee XP-54 “Swoose Goose” foi um protótipo de um caça construída pela Aircraft Vultee Companhia para a United States Army Air Corps (USAAC), iniciada a ser desenvolvida no início de 1932 por Gerard "Jerry" Freebairn Vultee (1900-1938) e Vance Breese  (1904-1973), numa época em que os céus eram dominados pelos biplanos.

Vultee apresentou uma proposta em resposta a um pedido da Army Air Corpss para a criação de uma aeronave monoplana, construída totalmente em metal, com um design avançado e fora do convencional.

Na época o projeto de Vultee ganhou a competição, batendo o Curtiss XP-55 Ascender  e o Northrop XP-56.(1)


Vultee o designou Modelo 84, uma evolução de seu modelo anterior 78. Em 8 de Janeiro de 1941, depois de completar os testes de engenharia preliminares e de túnel de vento, recebeu um contrato para a construção de um protótipo. E em 17 de março de 1942 de um segundo protótipo.

O XP-54 foi projetado com um motor empurrador  na traseira da fuselagem, o inicialmente proposto foi um Pratt & Whitney X-1800(2), mas como seu desenvolvimento foi interrompido, foi substituído pelo Lycoming XH-2470 com refrigeração líquida (3). O novo motor forçou o abandono das hélices a contra  rotação e uma de quatro pás Hamilton de 3.65 m teve de ser adotada.
A cauda foi montada para trás entre duas lanças nos meados da asa.


O PE-54 foi único sob vários aspectos.
O projeto incluía uma "seção da asa canalizada", desenvolvida pela National Advisory Committee for Aeronautics (NACA) (4) que permitia a instalação de radiadores de arrefecimento no interior da asa em forma de gaivota invertida.
 
Em setembro de 1941, a configuração de XP-54 foi alterada de caça de baixa altitude para interceptação de alta altitude. O que levou a instalação de um turbo - compressor  e de armaduras mais pesadas para o motor e cockpit, sendo então que o seu peso vazio, estimado, aumentou de 5.200 para 8.200 kg.

A necessidade de um cockpit pressurizado para atender as novas especificações, levou ao desenvolvimento de um sistema de acesso complicado: o assento do piloto era acionado por um elevador para o acesso do cockpit na parte inferior da fuselagem. 

O piloto baixava o assento eletricamente, sentava-se nele, e este o levantava para o cockpit. Este procedimento foi desenvolvido devido ao sistema de pressurização que exigiu uma área envidraçada fixa, resultando na ejeção para baixo do assento do piloto, alem de afastá-lo do arco da hélice.  Além disso, a seção do nariz podia girar no sentido vertical, três graus para cima e seis graus para baixo. O grande nariz e o motor atrás da fuselagem possibilitaram abrigar dois canhões Oldsmobile de 37 milímetros T-9 em suportes rígidos e duas metralhadoras .50 em suportes móveis. 
O movimento das armas do nariz da aeronave tinha um controle especial de compensação  de mira. Assim, a trajetória do canhão poderia ser elevada sem alterar a atitude de voo do avião. A seção de nariz grande deu origem ao seu apelido, “Swoose Goose , inspirado por uma canção sobre uma criatura que era meio cisne e meio de ganso.


Finalmente o primeiro protótipo ficou pronto e voou pela primeira vez em janeiro de 1943, por 30 minutos. O segundo protótipo voou em março de 1944. Embora parecesse ser um design radical de grande futuro, o seu desempenho real foi considerado medíocre e o projeto foi cancelado e os protótipos sucateados. Sobram tão somente algumas fotos, textos e memórias.

"Mesmo sem ter entrado em linha de produção as idéias que surgiram a partir do projeto desta aeronave, serviram de inspiração para algumas aeronaves do após guerra."

Características gerais:
Tripulação: um piloto
Comprimento: 16,69 m
Envergadura: 16,41 m
Altura:  4,42 m
Área da asa:  42,4 m²
Peso vazio: 6.923 kg
Peso carregado: 8.270 kg
Motorização:  Lycoming XH-2470 a pistão, com refrigeração líquida, 2.300 HP
Velocidade máxima: 613 km / h a 8.700 m
Autonomia: 805 km
Teto de serviço: 11.300 m


Leia mais em:
Post (249) - Outubro de 2016